quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Homenagem ao programa "Um milhão de cisternas"

.

O ser humano deve aprender a usufruir do que Deus lhe oferece. Para isto, aproveitar os recursos de modo equilibrado é fundamental.

Um grupo de ONGs, pensando em melhorar a vida das pessoas, desenvolveu um projeto fantástico: aproveitar a água da chuva, armazenando-a em cisternas. A meta: um milhão de cisternas.

Foram à luta. Ganharam respeito e ajuda.





Centenas de milhares já foram construídas, em todo o semi-árido.

Ter água ao lado de casa é um "luxo" que muda a vida das pessoas.

Querem saber o preço de cada cisterna: menos de R$2 mil reais.





A sociedade deve buscar soluções, criar projetos, desenvolver tecnologia. É desta forma que vamos nos tornar um OUTRO PAÍS.

Parabéns a todas as ONGs que participam da ARTICULAÇÃO DO SEMI-ÁRIDO (ASA).


"Cisternas - Os tanques de placas de cimento para a captação de água da chuva têm capacidade para armazenar até 16 mil litros e representam uma solução de acesso a recursos hídricos que provoca grandes impactos nas condições de vida da população. São destinados à população rural de baixa renda que sofre com os efeitos das secas prolongadas. Durante a seca, o acesso a água normalmente só é possível em barreiros, açudes e poços que ficam a grandes distâncias e possuem água de baixa ou baixíssima qualidade, responsável por várias doenças. Com as cisternas, os moradores podem armazenar a água do período das chuvas (que dura aproximadamente 4 meses), para o resto do ano.

Cada cisterna custa R$ 1,6 mil e pode durar 50 anos. Para o próximo ano, além do investimento na construção de cisternas, estão previstos mais de R$ 25 milhões do Ministério do Desenvolvimento Social destinados à ampliação do acesso à água para a produção de alimentos".

Matéria completa (de 2007) no seguinte endereço:
http://www.fomezero.gov.br/noticias/mds-e-articulacao-do-semi-arido-parceria-ja-resultou-em-167-mil-cisternas/


Infelizmente o site da ASA não está funcionando.

Outra notícia mais atual é:


Investimento garantirá acesso a água a 45 mil famílias no Semi-árido



.

Um comentário:

soldadonofront disse...

O progreso AGORA esta chegando a todos.

A fórmula de negativizar a realidade para dominar mentes, como dize, não esta funcinando mais na maioria.

!!@v@nte Chicão!!