sexta-feira, 17 de julho de 2009

Automóvel com uma pessoa está livre para circular, ônibus fretados não.

.




É impressionante como criar polêmica dá visibilidade a um prefeito. Por isto eles criam tantas.

Em SP os carros fazem rodízio semanal. É o bastante? Não, não é. Que tal aumentar o tempo do rodízio destes automóveis? Eles ocupam a maior parte das ruas.

Isto seria menos polêmico. Não daria tanto "ibope".

Ataca-se os fretados. Ônibus que transportam dezenas de pessoas de cada vez.

"Em campinas, 90 Km da capital, cerca de 15 mil pessoas usam os fretados para vir a São Paulo todos os dias. Secretário de transporte da cidade e presidente da CET de São Paulo, Gerson Bittencourt prevê uma invasão de vans clandestinas no transporte regional entre os dois municípios. “O usuário de fretado tem uma situação econômica boa, ele não troca o fretado pelo metrô. Ele vai trocar o fretado pelo carro”, disse o secretário. “Mas eu defendo uma regulamentação para os embarques e desembarques. Não concordo com fretado que faz pinga pinga de empresa em empresa, de acordo com o pedido do usuário”, ponderou. (FSP)

São os automóveis os principais causadores dos problemas de tráfego. A prioridade deveria ser agir sobre esta parcela do transporte.



.

Um comentário:

Mari Moscou disse...

Gente... esse lance do fretado é mesmo maluco. Parece que tem gente que simplesmente se recusa a usar o QI e a lógica para resolver problemas muito simples. Trabalho numa região empresarial onde há muitos fretados e sempre ouço gente reclamar do espaço que eles ocupam nas ruas. Detalhe: a região não tem metrô, os tres são longe e os ônibus não alcançam muitos bairros. Por quê? Oras, porque é uma região endinheirada e o pessoal gosta de tirar o carrão da garagem pra dizer que é diretor, executivo e o escambau. E, claro, não querem o povo que anda de ônibus por ali né? Agora, dizer que quem atrapalha o trânsito são os fretados e não a quantidade absurda e desnecessária de carros que, na região, sao geralmente gigantescos (parecem espaçonaves) e estacionam em TODOS os lugares proibidos (afinal, eles são os donos da rua) é simplesmente adsurdo. Um pouco mais disso em breve no Polítia, Substantivo Feminino (www.politicasubstantivofeminino.blogspot.com)