sábado, 24 de julho de 2010

A lógica do pensamento dos DESTRUIDORES da natureza

.

Leia estas frases da Senadora Kátia Abreu, depois eu comento:

– Não se planta arroz em cima de árvores. Não se cria bois em cima de árvores. Infelizmente ou felizmente, as áreas precisam ser abertas para a produção de alimentos. Quem dera fôssemos capazes de produzir comida sem ter que desmatar uma área, sem ter que arrancar do chão nenhuma espécie de plantinha. Seria um milagre extraordinário. Infelizmente, nós não somos capazes ainda de descobrir uma tecnologia que evite a abertura de áreas.

– Imaginem o que seria do verde se todo mundo gostasse do amarelo. Eu vejo as imagens da boiada do Acre correndo pelos pastos e eu sinto o meu coração estalar. Eu sinto o peito encher de orgulho e admiração pelo meu país, pelo que nós conseguimos com essa pecuária maravilhosa, construída pelo esforço único e exclusivamente dos pecuaristas do Brasil.


A lógica é: para produzir mais tem que desmatar. Tem que diminuir ou acabar com as matas ciliares, tem que acabar com as reservas de matas dentro das fazendas.

É uma lógica limitada.

Limitada por quem não consegue ter boa produtividade.

É por isto que os ruralistas TEMEM o aumento dos índices de produtividade.

Eles são ineficientes.

Eles se dizem quebrados porque NÃO SABEM ADMINISTRAR.

Quem me mandou as frases da senadora é um amigo ecologista e produtor rural. Ele tem alta produtividade e não se importa em manter a área de mata ciliar e a reserva legal.

Aliás, ele sabe que parte da alta produtividade que ele tem é JUSTAMENTE por manter as áreas de mata em sua fazenda.

Moral da história: enquanto este meu amigo está tendo lucros com sua fazenda, os que seguem os ruralistas só reclamam.

Quem está errado?

Os seguidores dos ideiais ruralistas administram mal e tem baixa produtividade.

Sobra para eles derrubar matas, xingar os ecologistas e dever no banco.

Bem feito!

Esta charge é para lembrar um dos piores efeitos da destruição generalizada.





Leia também:

Desetificação: fazendeiros suas terras vão produzir menos se seguirem a ignorância dos líderes ruralistas
http://machoverdadeiro.blogspot.com/2010/07/desetificacao-fazendeiros-suas-terras.html

Agropecuária do bem ou do mal?
http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2010/07/agropecuaria-do-bem-ou-do-mal
 

.

2 comentários:

Cristiano Requião disse...

Lamentavelmente a maioria de nossos políticos não são só incompetentes e corruptos. São principalmente ignorantes. Esta senadora não se dá conta que caga no prato que come, ou melhor, que nós todos comemos. Como a estupidez é democrática...

Estamos mal, muito mal...

Cristiano Requião

Nelson disse...

Lamentavelmente nós temos dois tipos de brasileiros/ Seres humanos que destroem a natureza/ ecosistema natural; Os ignorantes e os gananciosos, ou seja por ignorância ou por ganância.