quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Na televisão o volume dos comerciais é muito mais alto que a programação. Querem te forçar a escutar merda.

.

Volume de comerciais chega a aumentar quatro vezes em relação à programação


Neste último domingo (15/8) fui um dos entrevistados da matéria Pausa para o grito, capa do caderno Ilustrada, da Folha de S.Paulo. Segundo o texto do jornalista James Cimino, o volume de comerciais chega a aumentar quatro vezes em relação à programação, contrariando lei.

Reproduzo abaixo um trecho da reportagem.

O escritor e jornalista Ale Rocha, 33, já fez um livro sobre seu hábito de assistir a televisão. No entanto, foi apenas devido ao filho, João Vitor, 4, que percebeu como os intervalos comerciais são mais barulhentos do que a programação normal.


“Meu filho [quando tinha um ano de idade] dormia no meu colo quando eu via TV e sempre resmungava na hora dos comerciais. Agora uso fone de ouvido para não incomodá-lo mais.”

A variação de volume entre a programação da emissora e os intervalos comerciais é contra a lei federal 10.222 de maio de 2001.

De acordo com ela, “os serviços de radiodifusão sonora e de sons e imagens padronizarão seus sinais de áudio, de modo a que não haja, no momento da recepção, elevação injustificável de volume nos intervalos comerciais”.

A punição prevista aos canais infratores é a suspensão das transmissões pelo prazo de 30 dias -90 dias em caso de reincidência.

Como a percepção sonora varia de pessoa para pessoa, a Folha pediu ao perito judicial José Gonzalez que medisse a variação de volume em 26 canais para verificar se há diferenças entre o volume das atrações e o das propagandas veiculadas.

Os dados coletados pelo perito (leia na pág. E4) demonstram que quase todos os canais variam. Alguns em até 6dB, um aumento de quase quatro vezes no volume.

Pela medição de Gonzalez, as TVs pagas apresentam a maior variação, principalmente nos canais infantis. Na TV Rá Tim Bum e no Cartoon Network, há variação de 5dB.

do Blog Poltrona



.

4 comentários:

LUIZ disse...

PRA QUE EXISTE A TECLA DE VOLUME Ô BABACA?

fer disse...

Esse luiz não saca nada mesmo né. Parabéns, ótimo post.

vandaotrombone disse...

Eu também me sinto incomodado com essa variação do volume. Tanto que criei uma comunidade no orkut para anunciar e discutir esse assunto mas as pessoas não visitam, não aderem, nem postam, pois preferem comunidades como "Quem bebeu até cair?" e congeneres...

birasblog disse...

Não quer ouvir baixe o volume!!!!!!!!